Início / Conteúdo / Trump promete cancelar tarifas de aço e alumínio se tiver Nafta justo

Trump promete cancelar tarifas de aço e alumínio se tiver Nafta justo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta segunda-feira (5) que reconsideraria a proposta muito controversa de impr tarifas aduaneiras elevadas sobre o ao e o alumnio, desde que se alcance um novo Tratado de Livre-Comrcio da Amrica do Norte (Nafta) “justo”.

Ao fim da 7 rodada de renegociao do Nafta, que aconteceu no Mxico, o representante comercial dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, afirmou que a reviso mais lenta que o esperado, com apenas seis captulos terminados de 30 pendentes.

“No alcanamos o progresso que espervamos”, disse

No Twitter, Trump tinha afirmado mais cedo: “Temos grandes dficits com Mxico e Canad. O Nafta, que atualmente est em renegociao, foi um acordo ruim para os Estados Unidos, com grande deslocamento de empresas e empregos. As tarifas ao ao e ao alumnio sero retirados unicamente se um novo acordo for assinado”.

Na semana passada, Trump provocou uma grande controvrsia global ao anunciar a adoo da tarifas pesadas s importaes de ao (25%) e de alumnio (10%), medidas que impactariam especialmente o Canad, maior provedor de ao ao mercado americano.

Nesta segunda, o presidente sugeriu que Mxico e Canad s ficaro a salvo das pesadas tarifas se aceitarem fazer concesses na mesa de negociaes do Nafta.

Em sua mensagem desta segunda, Trump usou sua conhecida oratria contra os canadenses e mexicanos: criticou os vizinhos do norte por sua poltica comercial e os do sul por considerar que no fazem o bastante pelo combate s drogas.

– Crticas –

Mais tarde, ao receber no Salo Oval o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, Trump reiterou que os Estados Unidos “fizeram um mau negcio” com o Nafta, vigente desde 1994.

Os Estados Unidos tm um dficit comercial “de 800 bilhes de dlares. Ns fomos enganados em todo o mundo, por amigos e inimigos “, disse ele, e apontou um dficit de 500 bilhes de dlares com a China.

Essas declaraes, contudo, no so totalmente precisas: em 2017, o dficit comercial americano foi de 566 bilhes de dlares (375 bilhes com a China), sendo que o recorde foi um dficit de 708 bilhes em 2008, de acordo com dados oficiais.

“Apenas trabalhando juntos sobre a oferta e a demanda podemos encerrar o fluxo ilegal de drogas, dinheiro e armas entre nossos pases”, apontou Videgaray.

Contudo, as relaes comerciais dos Estados Unidos com o Mxico e o Canad mostram cenrios totalmente distintos.

Com o Mxico, os Estados Unidos tem um dficit comercial, que em 2016 alcanou os 63 bilhes de dlares, que nos trs primeiros trimestres de 2017 chegou aos 52 bilhes.

J com o Canad, os americanos tiveram em 2016 um supervit de cerca de 8 bilhes de dlares e, nos primeiros nove meses de 2017, alcanou 3 bilhes de dlares.

– Resposta de Canad e Mxico –

Ao fim da rodada, a ministra de Exterior canadense, Chrystia Freeland, disse em coletiva de imprensa que seu pas planeja represlias se a Casa Branca impe tarifas aduaneiras.

“Se houver restries, o Canad tomar medidas para defender seus interesses comerciais e continuaremos defendendo os trabalhadores do ao e do alumnio”, disse a funcionria.

J o ministro de Economia de Mxico, Ildefonso Guajardo, tambm tuitou para responder Trump: “O Mxico no deve ser includo nos tributos de ao e alumnio. a forma equivocada de incentivar um Nafta moderno”, escreveu.

J o chanceler mexicano, Luis Videgaray, tambm tuitou para responder que o enfrentamento ao trfico de drogas uma “responsabilidade compartilhada” entre Mxico e Estados Unidos.

“Nossa cooperao se guia por esse princpio”, afirmou o chefe da diplomacia mexicana.

– Europa se prepara –

Contudo, a tenso continuava a se espalhar fora da Amrica do Norte nesta segunda-feira.

Enquanto a Unio Europeia preparava um plano de represlias s eventuais tarifas americanas, o governo da Alemanha expressou sua convico de que Washington adotou um “caminho equivocado”.

“No queremos que a situao piore e no queremos algo que se aproxime de uma guerra comercial que no beneficiaria ningum”, declarou Steffen Seibert, porta-voz da chanceler alem, Angela Merkel, em coletiva de imprensa em Berlim.

J o presidente francs, Emmanuel Macron, declarou “que est claro que (essas medidas) estariam contra as regras da OMC (Organizao Mundial do Comrcio)”, apontando que, neste caso, “a UE estaria em seu direito de iniciar uma ao e adotar medidas contra bens americanos”.

No domingo, o gabinete da primeira-ministra britnica Theresa May informou que a dirigente est “profundamente preocupada” pelo anncio sobre as tarifas e que manifestou diretamente essa preocupao a Trump em uma ligao telefnica.


Post original click aqui.


Veja também...

Acordo com Santos é fechado e Bruno Henrique será reforço do Flamengo – Terra

Volante Ronaldo, cria das categorias de base do Rubro-Negro, vai para o Peixe com contrato …

Relação entre cintura e estatura pode indicar risco cardiovascular – O Paraná

O acúmulo excessivo de gordura na região abdominal já é um conhecido indicador de risco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *