Início / Conteúdo / Rio, SP e DF concentram "sugar daddies" com renda de R$ 80 mil

Rio, SP e DF concentram "sugar daddies" com renda de R$ 80 mil

O site Meu Patrocínio é a maior rede "sugar" do Brasil
O site Meu Patrocínio é a maior rede “sugar” do Brasil
Reprodução

Rio, São Paulo e Distrito Federal são as unidades da federação do Brasil que mais concentram “sugar daddies” na plataforma Meu Patrocínio, uma espécie de “tinder” que conecta homens ricos e bem sucedidos (os sugar daddies) com belas jovens, em geral estudantes universitárias (as sugar babies) para relacionamentos. 

Fundando em 2015, o objetivo do site é promover o contato entre homens que estejam dispostos a comprar presentes, viagens, ou pagar os estudos para os jovens, em troca de companhia. O relacionamento não envolve necessariamente sexo, mas a plataforma não interfere no “acordo” entre daddies e babies, apenas os coloca em contato e estimula que todos sejam transparentes quanto aos seus objetivos. 

Os homens, que têm idade média de 43 anos, renda média de R$ 80 mil mensais e patrimônio de R$ 7,7 milhões, pagam entre R$199 e R$ 999 mensais para ter acesso à plataforma. Já as garotas, não pagam nada. Mas há critérios para que o perfil das meninas fique no ar: verificação de fotos para que não haja fotos falsas ou prostituição, incluindo a menção de ser acompanhante. Há ainda regras em relação às fotos e textos postados por elas: não pode ter nada explícito, que lembre prostituição. Informações de perfil também são monitoradas e o site não permite nenhum tipo de cobrança por parte delas. No melhor pacote, há a verificação de antecedentes crimimais.

A plataforma tem 78 mil usuários pagantes pelo Brasil e 700 mil perfis no total, ou seja, quase dez “babies” para cada “daddy”. Quase a metade dos pagantes se concentra no Sudeste (46 mil), sendo 23.500 no Estado de São Paulo, 15.310 no Rio de Janeiro 4.850 no Distrito Federal. Para a fundadora, o segredo do sucesso é a transparência: tanto os daddies quanto as babies cadastrados deixam claro quais são as suas expectativas para o relacionamento. Na prática, em geral eles querem ser vistos com belas e jovens mulheres e elas precisam de ajuda financeira. 

Há ainda a opção das sugar mommys, mulheres bem sucedidas em busca de relacionamentos com homens mais jovens, mas a categoria ainda é menos comum. Independente se homens ou mulheres, há a possibilidade de um período gratuito para que se conheça a plataforma.

O Meu Patrocínio foi fundado por Jennifer Lobo, uma americana filha de brasileiros, que se mudou para o Rio para lançar o produto, após detectar que não havia nenhuma plataforma voltada para o mercado “sugar”.  


Click e acesse a postagem original


Veja também...

Futuro presidente do Flamengo confirma contratação de Abel Braga – Gazeta Esportiva

O futuro presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, confirmou nesta terça-feira Abel Braga como novo treinador …

Decorações de Natal tomam conta de empresas e repartições públicas em Maceió e região metropolitana

O clima de Natal invadiu muitas empresas e repartições públicas. Tudo para levar aos clientes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *