Início / Conteúdo / Preso de Roraima finge ser juiz e liga para delegacia de estelionato no Paraná para tentar dar golpe

Preso de Roraima finge ser juiz e liga para delegacia de estelionato no Paraná para tentar dar golpe

Um preso de Roraima tentou aplicar um golpe nos policiais da Delegacia de Estelionato e Desvio de Carga de Curitiba, no Paraná, por telefone. A situação ocorreu por volta das 21h de quarta-feira (7).

De acordo com a Polícia Civil, ele ligou para a delegacia e, para um policial de plantão, disse que era um juiz da Vara de Custódia de Curitiba.

“Ele ligou requisitando os nomes dos presos, além de nomes e telefones de parentes dos presos”, explicou o delegado Rodrigo de Souza, que também estava na delegacia e desconfiou da ligação.

Foi, então, que o plantonista passou o telefone de outro integrante da equipe policial, como se ele fosse parente de um preso fictício.

Minutos depois, segundo o delegado, o telefone do funcionário da delegacia tocou. A polícia ainda não sabe se foi o mesmo preso que ligou e mudou a voz ou se uma segunda pessoa está envolvida na tentativa de golpe.

“Minutos depois, já ligaram. Era um cidadão se passando por escrivão ou oficial de Justiça, pedindo que fosse depositada uma quantia para que o parente dele fosse solto. Ou seja, eles tentaram dar um golpe na delegacia de estelionato”, explicou Rodrigo.

Conforme o delegado, agora, a polícia vai pedir o bloqueio das contras bancárias informadas na ligação e continuar investigando o caso. “É um ladrão tentando dar golpe em um familiar de outro ladrão”, acrescentou.

Delegado Rodrigo de Souza (Foto: Reprodução/RPC) Delegado Rodrigo de Souza (Foto: Reprodução/RPC)

Delegado Rodrigo de Souza (Foto: Reprodução/RPC)


Click aqui para acessar a notícia original


Veja também...

Chuva atrasa colheita e plantio no Paraná e produtores temem perder produtividade

Por outro lado, quem conseguiu colher o trigo enfrenta dificuldades para plantar a soja. Segundo …

VÍDEOS: Clube Rural deste domingo, 21 de outubro

Click aqui para acessar a notícia original

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *