Início / Geral / Policial civil mata esposa e tenta suicídio em Minas Gerais

Policial civil mata esposa e tenta suicídio em Minas Gerais

Estado de saúde de investigador é gravíssimo; homicídio ocorreu durante uma festa em São Joaquim de Bicas, região metropolitana de Belo Horizonte




Um policial civil matou a esposa com um tiro e disparou contra a própria cabeça durante uma festa na casa de amigos, na noite de sábado (9), em São Joaquim de Bicas, região metropolitana de Belo Horizonte.


A vítima, Bruna Cristina de Souza, chegou a ser socorrida a uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo dela foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) de Betim, cidade vizinha.


O investigador também foi socorrido. Ele foi encaminhado ao HPS (Hospital de Pronto-Socorro) João XXIII, em Belo Horizonte. O estado de saúde do policial é gravíssimo.


Um inqúerito foi instaurado pela Polícia Civil, que ainda não informou a motivação dos tiros.


Este é o segundo caso de homicídio contra mulheres praticados por policiais civis na região metropolitana de Belo Horizonte em menos de 30 dias.


Em 16 de maio, um investigador entrou na Câmara Municipal de Contagem e atirou contra uma secretária após não aceitar o término do namoro. O policial também atirou contra a própria cabeça e foi socorrido. Morreu duas semanas depois.


Aguarde mais informações


Click e acesse a postagem original


Veja também...

Polícia investiga câmeras para confrontar versões após tiroteio

Áudio obtido pelo R7 sugere que agentes de polícia mineira poderiam ser enquadrados no artigo …

Após tiroteio, 4 policiais são presos suspeitos de lavagem de dinheiro

A Polícia Civil de Minas Gerais informou que quatro policiais civis de São Paulo presos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *