Início / Conteúdo / Parcelamento do IPVA 2019 pode ser feito pelo cartão de crédito

Parcelamento do IPVA 2019 pode ser feito pelo cartão de crédito


A Secretaria da Fazenda e Planejamento do governo de São Paulo assinou na quarta-feira (9) o pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) por meio do cartão de crédito. A mudança inclui também o pagamento do Seguro DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) e do licenciamento. 


IPVA com desconto só vale a pena para quem tiver grana sobrando


Esta forma de pagamento é válida para o calendário de 2019 e foi possível pelo convênio de duas operadoras financeiras que vão permitir o novo parcelamento. A medida foi publicada na edição do dia 17 de dezembro de 2018 do Diário Oficial do Estado.


Segundo o governo do estado, a mudança “cria um ambiente seguro para os proprietários de veículos, que têm a garantia de que o imposto recolhido foi repassado a Secretaria Estadual da Fazenda e Planejamento. As empresas credenciadas emitem dois comprovantes: o da transação do crédito e da quitação do débito. Segurança para o Estado e o cidadão”.


Calendário de pagamentos


A Secretaria da Fazenda de São Paulo alerta que não envia mais os avisos de vencimento do IPVA aos proprietários de veículos do Estado desde 2018. Segundo o órgão, a prática visa a economia de recursos, a eliminação do risco de extravio de correspondências e a contribuição às boas práticas de sustentabilidade.


As parcelas do imposto já começaram a vencer nesta quarta-feira (9). O imposto pode ser pago à vista ou em até três parcelas. Veja o calendário de pagamentos:



Preço do IPVA 


Os proprietários de veículos registrados em São Paulo vão desembolsar entre R$ 10,44 e R$ 159.298,64 para quitar o IPVA de 2019. As informações são da Secretaria da Fazenda do Estado.


O imposto mais em conta (R$ 10,44) será recolhido por 59 donos da motocicleta modelo Brandy Hero Stream 50, fabricada no ano de 1999. O valor estimado do veículo é de R$ 522.


Já o imposto mais caro será desembolsado pelos dois proprietários de uma Ferrari modelo F12TDF. Produzidas em 2016, as máquinas custam R$ 3.982.466 e têm IPVA na casa dos R$ 159.298,64, valor suficiente para comprar três carros populares zero quilômetro.


Click e acesse a postagem original


Veja também...

Acordo com Santos é fechado e Bruno Henrique será reforço do Flamengo – Terra

Volante Ronaldo, cria das categorias de base do Rubro-Negro, vai para o Peixe com contrato …

Relação entre cintura e estatura pode indicar risco cardiovascular – O Paraná

O acúmulo excessivo de gordura na região abdominal já é um conhecido indicador de risco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *