Início / Conteúdo / Em vídeo, ex-assessor de Flávio Bolsonaro aparece dançando em hospital – G1

Em vídeo, ex-assessor de Flávio Bolsonaro aparece dançando em hospital – G1

Um vídeo que viralizou nas redes sociais neste sábado (12) mostra Fabrício Queiroz, ex-assessor do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), dançando no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, enquanto toma soro.

As imagens mostram além de Queiroz mais duas pessoas. Uma delas seria a filha que faz a gravação e uma outra mulher que riem e também parecem comemorar. No áudio, uma mulher diz: “Agora é vídeo, pai! Pega teu amigo, pega teu amigo!”.

Segundo informações do advogado do ex-assessor Paulo Klein, “os familiares de Fabrício Queiroz gravaram o vídeo de alguns segundos, no raro momento de descontração na visita deles no Albert Einstein, pois ele passaria por séria cirurgia nas horas seguintes, inclusive com risco de morte”.

Ainda de acordo com o advogado, “portanto é importante registrar que o vídeo foi feito no dia 31 de dezembro à meia noite, dentro do contexto humanamente compreensível de uma data comemorada universalmente”.

Relatório do Conselho de Atividades Financeiras (Coaf) apontou operações bancárias atípicas de R$ 1,2 milhão na conta do ex-motorista e ex-assessor do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro.

O documento revelou também movimentação de outros 74 servidores e ex-servidores da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A investigação faz parte da Operação Furna da Onça, desdobramento da Lava Jato no Rio de Janeiro que prendeu dez deputados estaduais.

Queiroz recebia da Alerj um salário de R$ 8.517 e acumulava rendimentos mensais de R$ 12,6 mil da Polícia Militar. Ele foi exonerado do gabinete do deputado Flávio Bolsonaro no dia 15 de outubro.

Queiroz faltou por duas vezes a depoimentos convocados pelo MP-RJ, em 19 e em 21 de dezembro. Na segunda convocação, o advogado do ex-assessor informou ao MP que seu cliente “precisou ser internado naquela data, para realização de um procedimento invasivo com anestesia, o que será devidamente comprovado, posteriormente, através dos respectivos laudos médicos”.

Fabricio Queiroz durante entrevista ao SBT — Foto: Reprodução/SBT Fabricio Queiroz durante entrevista ao SBT — Foto: Reprodução/SBT

Fabricio Queiroz durante entrevista ao SBT — Foto: Reprodução/SBT

Em entrevista ao SBT no dia 26 de dezembro, Queiroz disse que parte de sua renda vinha da “venda e revenda de carros”.

“Sou um cara de negócios”, disse o ex-assessor de Flávio Bolsonaro ao explicar movimentações “atípicas” em um dos trechos da entrevista.

No dia seguinte, o MP-RJ informou que advogados do ex-assessor do deputado estadual e senador eleito entregaram ao órgão atestados médicos comprovando “grave enfermidade do investigado”. O texto dizia que Queiroz iria fazer uma cirurgia urgente.

Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro — Foto: Reprodução/TV Globo Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro — Foto: Reprodução/TV Globo

Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro — Foto: Reprodução/TV Globo

Queiroz ficou internado no Hospital Albert Einstein entre o dia 30 de dezembro e 8 de janeiro.

O advogado da família disse que o ex-assessor foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um tumor maligno no intestino. De acordo com a assessoria do hospital, Fabrício Queiroz deu entrada na unidade no dia 30 de dezembro e teve alta às 12h20 de terça-feira (8).


Post original click aqui.


Veja também...

Acordo com Santos é fechado e Bruno Henrique será reforço do Flamengo – Terra

Volante Ronaldo, cria das categorias de base do Rubro-Negro, vai para o Peixe com contrato …

Relação entre cintura e estatura pode indicar risco cardiovascular – O Paraná

O acúmulo excessivo de gordura na região abdominal já é um conhecido indicador de risco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *